Como escolher um seguro de celular? O GUIA DEFINITIVO!

O que cobre? O que não cobre? Carência, franquia, fidelidade? Neste guia explicamos de forma simples tudo o que você precisa saber antes de contratar um seguro para o seu celular.
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Como escolher um seguro para o meu celular?

Este artigo é o guia definitivo para te responder, afinal, como escolher um seguro de celular. 😎

Se você está pensando em comprar um novo smartphone, procure considerar algumas coisas primeiro: a qualidade da câmera, se a bateria vai durar tanto quanto a bateria do aparelho atual, etc. Normalmente, eu reviro a internet atrás de sites de reviews, além de outros conteúdos sobre o assunto antes de trocar meu celular por outro.

Negócio fechado! Mas não acabou… E você já deve imaginar o que vem em seguida, certo? Você em uma loja, caixinha com o aparelho em uma mão, nota fiscal na outra, um vendedor simpático e aquela pergunta: “Que tal fazer um seguro de celular?” 😄

As pessoas tendem a concordar com a adesão do seguro mesmo sem entender sua mecânica, condições, taxas ou as letrinhas que dizem: “Parabéns, você acaba de adquirir sua futura dor de cabeça!”. Mas será que você escolheu a melhor opção? Será que foi seguro ou garantia estendida? Será que existe franquia? Será que é preciso pagar uma multa para cancelar?

Acredite, todas essas perguntas são extremamente importantes e podem determinar se após uma ocorrência (roubo, furto, quebra de tela ou acidentes com líquidos), você terá um problema ou dois. 

Seguro ou Garantia Estendida?

A primeira coisa que você precisa saber é: Seguro é uma coisa e Garantia Estendida, outra.

Seguro de celular:

A mecânica de um seguro de celular varia de acordo com a modalidade contratada. Mas, em geral, você vai encontrar serviços que oferecem proteção contra roubo, furto e danos físicos (quebra).

Coberturas mais comuns: 

✔️ Quebra: Hoje em dia, muitas seguradoras oferecem proteção contra danos físicos, mas é preciso olhar com muita atenção às condições da cobertura. Alguns seguros oferecem cobertura contra “danos acidentais”, o que pode te levar a entender que você estará protegido caso derrube o celular “acidentalmente” – mas nem sempre é o caso. Em alguns seguros, a cobertura contra danos acidentais será válida apenas se o aparelho quebrar durante um ACIDENTE de carro, explosão, queda de raio ou alguma outra catástrofe.

✔️ Roubo: Quando o smartphone é levado sob ameaça ou violência.

✔️ Furto qualificado: Quando o smartphone é levado sem você perceber, mas com sinais de violação no local onde ele estava guardado. (armário violado, etc).  

✔️ Acidentes com líquidos: Quando o aparelho acaba caindo na privada, pia ou piscina. 

O que os seguros normalmente não cobrem: 

Pane elétrica: Quando o aparelho deixa de funcionar, não liga, não carrega, ou fica reiniciando em um loop infinito. 

Perda: Quando você não sabe dizer em que momento ou local o smartphone sumiu. 

Furto Simples: Quando, o smartphone é levado sem violência, ameaça ou sinais de violação. 

Garantia estendida:

A Garantia Estendida é um serviço que mantém a garantia do smartphone mesmo após a garantia do fabricante expirar. Ou seja, se a fabricante do seu smartphone conceder 12 (doze) meses de garantia para defeitos, pane elétrica ou falhas, a garantia estendida passa a vigorar a partir do 13º mês da compra, mantendo a cobertura por mais um ano ou dois. 

O que não cobre: Quebra, problemas com líquidos, roubo, furto ou perda.

Cuidado! É muito comum comprarmos uma coisa pensando que é outra. Já imaginou contratar um serviço de garantia estendida pensando que está contratando um seguro (ou o contrário) e acabar descobrindo o equívoco na hora H? É frustrante, mas pode acontecer!

O que você não lê (e não te contam) 

Ter seu smartphone ou qualquer outro objeto protegidos por um seguro pode evitar preocupações e garantir tranquilidade. Pelo menos até você ouvir falar sobre carência, franquia e fidelidade. 
 
Se você nunca ouviu esses termos, relaxa. Eu explico. 
 

Carência

É um período de tempo no qual você não tem direito a ser ressarcido de algum sinistro. Ou seja, durante esse período você paga pelo serviço mas não pode usá-lo. 🤡

Franquia

Trata-se de uma participação obrigatória que deve ser paga pelo cliente ao acionar o seguro. Esse valor pode variar de 20% a 30% do valor do aparelho protegido. 😳

Conta rápida: Se você pagou R$ 5.000,00 por um smartphone, o seguro não deverá sair por menos de R$1.000,00/ano ou R$ 83,00/mês. 

Havendo a necessidade de acionar o seguro, o valor da franquia estipulado pela seguradora deverá se aproximar dos R$ 1.250,00. (💸fui!) Por isso, é fundamental considerar essa taxa na hora de comparar as opções de seguro. 

Fidelidade 

Existem dois tipos de vigência de seguro de celular: 

Mensal: O contrato é renovado mês a mês, não existe prazo mínimo de permanência e nem multa. Além disso, você não compromete o limite do seu cartão de crédito. 
 

Anual: Serão 12 (doze) meses de vigência e o valor total do seguro poderá ser parcelado em até doze vezes (em alguns casos, com juros). Passados 7 (sete) dias após a contratação, se você quiser cancelar o serviço uma multa poderá ser aplicada. 😩

Como funciona a indenização do seguro de celular? 

Há mais de uma maneira de ser ressarcido em caso de ocorrência. Para entender o que você vai receber caso acione o seguro, a dica é entender a maneira como a seguradora trabalha e dar uma boa olhada nos termos e condições de uso.
 
Reposição do aparelho: nessa modalidade, o aparelho protegido será substituído por outro do mesmo modelo ou equivalente, novo ou seminovo. 
 

Reembolso em dinheiro: Nesse caso, ao invés de enviar um aparelho para reposição, a seguradora deverá resolver o sinistro depositando o valor da indenização direto na conta bancária do usuário. Normalmente o valor do reembolso é baseado no valor de mercado de um aparelho seminovo (como funciona com carros, pelo valor da tabela Fipe) . Isso garante que o usuário consiga comprar um outro aparelho nas mesmas condições do anterior. 

Vale a pena contratar seguro de celular? 

Sim! E vou te explicar porquê falo com tanta propriedade.
 

Uma pesquisa de julho de 2019 aponta que 47% dos brasileiros que acessam a internet e possuem smartphone já tiveram o aparelho roubado pelo menos uma vez na vida. Destes, 62% foram vítimas apenas uma vez; 27%, duas vezes; e 11% três ou mais vezes¹. Esses dados refletem o que vemos todos os dias, nas ruas e na TV. Eu mesmo faço parte dessa triste estatística, mas eu tinha seguro. Agora, imagina só o que acontece com quem não tem? O choro é livre. 😭

¹ fonte: https://www.bonde.com.br/bondenews/brasil/pesquisa-aponta-que-47-dos-brasileiros-ja-tiveram-celular-roubado-499688.html
 

Komus. Seguro que vai e volta. 

Na Komus, além de cobertura contra roubo e furto qualificado, nossos membros também contam com a proteção contra furto simples. Segundo a Secretaria de Segurança aqui de São Paulo, essa modalidade de furto é a mais comum. 😔
 
Além disso, não cobramos franquia e as indenizações são feitas em dinheiro, direto na sua conta. 
 
O valor de cobertura é definido com base no valor de um aparelho seminovo em ótimo estado. Essa política permite sermos mais justos: acreditamos que um seguro deve reembolsar aquilo que o usuário perdeu, nem mais, nem menos. 
 

O único seguro com cashback 🤑

Nós acreditamos que  vale a pena recompensar os membros que cuidam bem dos seus smartphones e não acionam o serviço, e a melhor maneira de fazer isso é devolvendo parte do dinheiro pago nas mensalidades através da nossa mecânica de CASHBACK – algo que só a Komus oferece! 
 
Quando você contrata a Komus, é criado um cofrinho só para você com uma mensalidade dentro. Após 12 meses, caso você não tenha acionado o seguro nesse período, esse dinheiro começa a voltar para você e pode ser resgatado ou utilizado para pagar suas próximas mensalidades.
 
Além disso, você pode criar mais 5 cofrinhos com amigos ou familiares pelo app. Após 12 meses da criação de cada cofrinho, caso você e a outra pessoa não tenham acionado o seguro, cada um recebe o equivalente à sua mensalidade de volta. 
 
Ou seja: se você cuidar bem do seu smartphone, poderá recuperar o valor de até 6 mensalidades! Na prática, isso faz com que o seu seguro saia muito mais barato no segundo ano. E não precisa se preocupar: se você trocar de celular, é só transferir a proteção. Seus créditos continuam valendo!
 
Nosso contrato é mensal. Além de não comprometer o limite do seu cartão de crédito, é você quem decide se ele continua ou não. Você é livre! 

Curtiu e quer fazer parte?
Peça agora mesmo seu convite no site: https://www.komus.io

Komus. Seguro que vai e volta.

Somos um seguro de celular que devolve dinheiro quando você não precisa acionar. Proteção mensal, digital e sem franquia.